F7 Sistemas – Criar Sites , BH, Santa Luzia , MG

Site pr0n bane usuários da Carolina do Norte em protesto à lei anti-LGBT


Receba os artigos diretamente no seu email


05

hands

A coisa anda feia lá pelos lados dos Estados Unidos. Os estados que aprovaram leis que institucionalizam a discriminação contra membros da comunidade LGBT enfrentam poderoso repressão de todos os lados, mormente de personalidades da mídia e empresas de tecnologia.

A última entretanto pode ser um rastilho para uma guerra: o site pr0n xHamster baniu todos os IPs da Carolina do Norte, e não irá permitir acessos vindos de lá enquanto a controversa lei não for derrubada.

Como se não bastasse manifestações duras de diversos setores, os estados do Mississippi e Carolina do Norte já são obrigados a encarar as consequência de terem ratificado leis que dão recta a donos de estabelecimentos privados e órgãos públicos rejeitarem atendimento a LGBTs em universal, se baseando em “recta à liberdade religiosa”. A Carolina do Norte já perdeu um investimento muito grande do PayPal, que levaria à geração de centenas de os de trabalho. E as coisas só tendem a piorar: o ator e diretor Bob Reiner já avisou que não voltará a fazer zero no estado, o cantor Bruce Springsteen cancelou um show recente por lá e Bryan Adams fez o mesmo com um agendado no Mississipi.

Por outro lado o comediante e ator de Community Joel McHale se apresentou em NC, mas não poupou críticas. Em notório momento do show ele perguntou à plateia “o que diabos há de incorrecto com o governo de vocês?”

My good buddy @joelmchale made a nice shirt for the #LGBTQDurham community. #LGBTQ #joelMcHale gave all the money he made tonight to LGBTQ Durham, pretty sweet move.

A photo ed by JF Harris (@jfharris_comedy) Apr 8, 2016 at 7:41pm PDT

Como se não bastasse, McHale doou toda a renda para o meio de espeque à comunidade LGBT lugar.

Ainda assim a gula ironia estaria por vir: o xHamster, um site pr0n nem de...

longe tão divulgado quanto os badalados Xvideos, RedTube e PornHub resolveu que seu serviço de entretenimento adulto era muito valioso para deixar qualquer um acessar, e na última segunda-feira bloqueou todos os IPs oriundos de NC. Quem mora no estado e tenta acessar o site dá de face com uma tela preta.

No expedido solene, os responsáveis pelo xHamster alegam que “nós passamos os últimos 50 anos lutando por paridade, e essas leis discriminatórias não serão toleradas”. M muito provável que os moradores do Mississippi sejam os próximos a entrarem na dança, e a direção do site já avisou que o bloqueio será mantido enquanto as leis não forem derrubadas.

Sinceramente é o notório a fazer, espancar de dói mais para ver se os protestos surtem efeito. E se essa escalada continuar, não duvido que não só esses estados perderão cada vez mai shows e aproximação a serviços “essenciais”, porquê também muito numerário. Vamos ver por quanto tempo eles irão manter.

Fonte: Digital Trends.

The Site pr0n bane usuários da Carolina do Norte em protesto à lei anti-LGBT

Com informações de (Fonte):Meio Bit

Tags , , , , , , ,