F7 Sistemas – Criar Sites , BH, Santa Luzia , MG

Modelos de HD: porquê escolher o HD ideal – Do dedo Drops


Receba os artigos diretamente no seu email


05




HD

Imagem: Pastedo (Pixabay)

O HD é uma instrumento precípuo para o funcionamento do computador. É ele que armazena arquivos, programas e outros conteúdos na memória do equipamento. Mas existem diferentes modelos de HD e saber porquê escolher o HD ideal pode fazer toda a diferença para ter uma máquina potente em moradia ou no trabalho.

Cuidados gerais com o HD

Antes de mais zero, é importante ter em mente que um HD é uma peça sensível, com vários microcomponentes que exigem desvelo por secção do usuário.

Além de manter o computador em um lugar ao abrigo do calor e da luz, é preciso se programar para fazer limpezas periódicas nos arquivos, evitando velar documentos que ocupam espaço e não são utilizados.

Não é preciso ter pavor de extinguir qualquer registo e se arrepender. Hoje, já existem programas no mercado que são especializados em recuperação de HD, porquê é o caso do Recoverit, que por meio de uma instrumento simples e intuitiva permite que você resgate dados apagados.

O Recoverit funciona tanto em casos de exclusões simples (você deletou um oferecido do Disco Rígido e quer restabelecer), quanto em situações em que o HD foi totalmente formatado.

Imagem do app Recoverit

Imagem: Recoverit

A utilização é extremamente funcional: você seleciona o dispositivo que quer restabelecer na tela do programa e aguarda para que ele analise, reconheça e apresente os arquivos apagados. Assim, é só selecionar o registo a ser resgatado e salvar em uma novidade pasta.

Imagem do app Recoverit

Imagem: Recoverit

Porquê ninguém está livre de passar por problemas com o HD, esse é o tipo de programa que vale a pena manter instalado no computador, independentemente do padrão do seu HD.

E por falar em modelos de HD, que tal saber em detalhes as modalidades presentes no mercado? Confira e saiba porquê escolher o HD ideal.

1. HD ATA

O HD ATA (Advanced Technology Attachment) é um dos mais antigos do mercado, datado de 1980. Sua principal particularidade é o funcionamento integrado ao Driver.

Com o passar dos anos, novos padrões de HD ATA entraram no mercado, sendo que a mais avançada é capaz de apresentar uma taxa de transmissão de 8.3 MB/s.

Normalmente, o HD ATA tem uma armazenagem que chega aos 500 GB, o que faz com que muita gente precise instalar um HD secundário para ter um bom rendimento.

2. HD SATA

O disco rígido do tipo SATA (Serial Advanced Technology Attachment) é uma evolução do ATA, sendo hoje um dos mais populares em todo o mundo por suas funcionalidades.

Entre as características do HD SATA temos uma porta de ingressão menor, recursos que ativam e desativam discos sem interferências, a conexão do computador com o Disco Rígido com o sistema operacional em funcionamento e um menor consumo de robustez.
Aliás, a taxa de transferência é de 150 MB/s, enquanto seu armazenamento vai de 500 GB a 3 TB. Ou seja, uma opção interessante para diferentes usos.

3. HD SCSI

Entre os modelos de HD disponíveis no mercado, é provável referir também o SCSI (Small Computer System Inferface), que é bastante utilizado no mundo corporativo por seus recursos específicos.

O Disco Rígido SCSI tem taxa de transferência de 5 MB/s e uma subida capacidade de compartilhamento, que permite o uso de até 16 dispositivos conectados simultaneamente. Porquê ponto negativo, esse HD tem um dispêndio mais proeminente.

4. HD SAS

Ainda que o HD SATA e SAS tenham diferenças, ambos são evoluções de modelos de HD anteriores. Neste caso, o SAS (Serial Attached SCSI) é uma atualização tecnológica do SCSI.

O Disco Rígido SAS tem uma sofisticada estrutura em suas configurações, porquê processadores duplos e trabalho em até 15 milénio RPM. Por isso mesmo, é ideal para uso empresarial.

Porquê escolher o HD ideal

HD
height="556" title="Modelos de HD: porquê escolher o HD ideal - Do dedo Drops 4">

Imagem: Pexels

Na hora de averiguar os modelos de HD disponíveis no mercado e escolher o HD ideal para você, é preciso levar em consideração algumas informações importantes.

O primeiro elemento a se observar é o uso do computador. Se você tem um uso simples, trabalhando com documentos leves porquê Word e Excel, pode optar por um HD de capacidade limitada.

Porém, se a teoria for instalar jogos no seu computador ou trabalhar com softwares pesados, porquê edição de vídeo, considere optar por modelos de HD de subida capacidade de armazenamento.

Você também pode se consistir nas categorias Desktop e Enterprise que, porquê os nomes sugerem, são direcionados para o uso doméstico e corporativo. Ou seja, saber o objetivo do HD é fundamental na escolha.

Por término, não deixe de conferir a taxa de transmissão e RPM (Rotações Por Minuto). Quanto maiores forem esses aspectos, mais rápido seu HD vai trabalhar.

Com todas essas informações, vai ser fácil entender os modelos de HD disponíveis e saber porquê escolher o padrão ideal para suas necessidades. Assim, seu computador atinge o rendimento que você precisa nas suas atividades.




Fonte

Tags , , , , , , ,