F7 Sistemas – Criar Sites , BH, Santa Luzia , MG

Coronavrus: estudo aponta quais clulas T podem ser responsveis pela morte de pacientes


Receba os artigos diretamente no seu email


04

A pesquisa feita pela equipe da Gladstone com ajuda da UC San Francisco e da Emory University mostrou que pacientes com índice maior de células T capazes de se infiltrar no pulmão e fomentar grandes estragos por conta da reação imunológica, o que muitas vezes leva o sujeito a morte.

A pesquisa focou em qualificar as células T remanescentes com amostras de sangue de pacientes que estavam na UTI, onde metade deles conseguiu se restabelecer da doença, que passaram a apresentar cada vez mais células T do tipo Th1, responsáveis por combater vírus no organização.

Por outro lado, os pacientes que não resistiram à doença possuíam outro tipo de células T, que produzem uma molécula inflamatória, que piora ainda mais a exigência do organização, deteriorando ainda mais o pulmão. Entretanto, células T regulatórias que acalmam a resposta imunológica também estavam presentes nestes pacientes.

A outra provável motivo de morte é a grande quantidade de células T que conseguem se infiltrar e muitas vezes são recrutadas pelo pulmão, mas que acabam debilitando-o ainda mais. Sofrear o fluxo dessas células poderia salvar a vida destes pacientes e facilitar na sua recuperação.

A esperança agora é que cientistas possam averiguar os níveis e tipos de anticorpos em pacientes para prever qual curso da doença eles podem traçar, realizando tratamento preventivo para evitar falecimentos.

Por outro lado, Nadia Roan, a autora sênior e correspondente do estudo, afirmou:

As descobertas mostram correlações, não causas, o sistema imunológico é multíplice, com muitas partes móveis e possíveis interações entre elas. Provar a culpa da fatalidade exigirá mais estudos.

Finalizando, os cientistas afirmaram que estudos devem ser realizados em breve utilizando drogas em um padrão de camundongo com coronavírus em forma grave, para testar se elas podem ser eficazes em inibir essas reações prejudiciais do organização e ajudar na sua recuperação.

Fonte

Tags , , , , , , , , , , ,