F7 Sistemas – Criar Sites , BH, Santa Luzia , MG

Até que ponto você chegaria para fazer uma Selfie?


Receba os artigos diretamente no seu email


01

Eu tenho visto muita gente fazendo loucuras para ficar famoso no Instagram. Virar o tal do “influenciador” é o que muitos procuram. Ou seja, ter tantos seguidores na rede social que empresas os contratem para fazer propagandas de produtos. Outros querem só serem populares e manter uma rede social bem abastecida de fotos bacanas. Nem que para isso você tenha que fingir ser o que não é. O crescente número de pessoas que perdem a vida ao fazerem selfies em locais proibidos ou perigosos é um exemplo do que anda acontecendo no mundo.

Mas, temos aqui um caso muito engraçado (e perigoso ao mesmo tempo). Muitas pessoas estão se dirigindo até a Sibéria, na Russia, para fazer fotos em um lago de águas extremamente azuis. O lago se encontra na cidade de Novosibirsk e já foi apelidado de “Maldivas de Novosibirsk”.  Você pode dar uma olhada nesse link e ver como as pessoas curtem fotografar por lá. Mas, a realidade é muito estranha. O lago, na verdade, é artificial e é simplesmente um depósito de cinzas, detritos tóxicos, da Estação de Aquecimento e Eletricidade Número 5, uma usina de energia de propriedade da Siberian Generating Company. A água extremamente azul é o resultado de sais de cálcio e óxidos metálicos que são despejados na água. Essas coisas não tornam o lago radioativo ou venenoso, mas tornam a água alcalina, com pH acima de 8, e podem causar irritação na pele e reações alérgicas.

Alguns sites brasileiros noticiaram esse fato dizendo que as pessoas vão até lá enganadas com a beleza do local, mas não é bem assim. A...

empresa dona do lago faz extensa campanha avisando as pessoas do perigo do local, inclusive com agens em redes sociais, mas os invasores (é uma área particular) acham que vale a pena enfrentar o perigo por uma foto bacana. Fora as irritações de pele, a empresa avisa que o fungo do lago é extremamente lamacento e que é quase impossível sair de lá sozinho se você decidir entrar na água. Mesmo com todos os avisos vemos pessoas andando pelas águas com canoas e até com unicórnios de borracha.

Sinceramente, não vejo possibilidade desse tipo de coisa melhorar. As pessoas cada vez mais vão ficar imersas nas redes sociais e procurando mais e mais possibilidade de chamar a atenção. Creio que as estatísticas de morte e acidentes em relação a selfies só vão crescer.

 

Fonte: New York Times

Com informações de (Fonte):Digital Drops

Tags , , , , , ,